Arquivo da categoria: Insigths para o Despertar

Um TEXTO de Nikolas Tesla

Capa6“Queria iluminar toda a Terra. Há eletricidade suficiente para criar um segundo sol. A luz apareceria ao redor do equador, como um anel ao redor de Saturno.
A humanidade não está preparada para a grandeza. Em Colorado Springs impregnei a Terra com eletricidade. Também podemos espalhar as outras energias, como a energia mental positiva, que se encontra na música de Bach ou Mozart, ou nos versos dos grandes poetas…
No interior da Terra há energias de alegria, paz e amor que se expressam, por exemplo, através de uma flor que cresce, dos alimentos que saem dela e tudo o que a torna o lar do homem. Passei anos buscando a maneira para que esta energia pudesse influir nas pessoas. A beleza e o aroma das rosas podem ser utilizados como uma medicina e os raios do sol como alimento. A vida tem um número infinito de formas e o dever dos cientistas é encontrá-las em todas as formas da matéria…
Há vários problemas na Humanidade que ainda não foram resolvidos. Um deles é a comida. Que energia, estelar ou terrestre, pode alimentar todos os famintos da Terra? Com que vinho se pode saciar toda a sede para que as pessoas possam animar seu coração e entender que são deuses? Outra coisa é destruir o poder do mal e o sofrimento que ocorre na vida do homem…
Neste século, a doença se estendeu da Terra ao Universo. Descobri uma estrela que, de acordo com as leis astronômicas e matemáticas, poderia desaparecer e, mesmo assim, nada se modificaria. Essa estrela está nesta galáxia. Sua luz pode ser emitida com tal densidade que encaixa numa esfera menor que uma maçã e ao mesmo tempo mais pesada que o nosso Sistema Solar.
As religiões e as filosofias ensinam que o homem pode chegar a ser o Cristo, Buddha ou Zaratustra. O que estou tratando de demonstrar é que há que fazer no Universo para que cada ser nasça como Cristo, Buddha ou Zaratustra. Sei que a gravidade é adversa a tudo que tenha que voar e minha intenção não é fazer os dispositivos de voo (aviões ou mísseis), mas ensinar ao indivíduo a recuperar a consciência sobre suas próprias asas”…

NICOLA TESLA

Anúncios

A História da Humanidade – Parte 2

A CATÁSTROFE DA ATLÂNTIDA

A City 5DFonte: Vibraraapi. Todo este Conteúdo também está presente no livro O Despertar dos Deuses, inclusive no livro tem mais informações esclarecedoras.

O continente de Atlântida era uma casa própria para a raça humana, mas tivemos visitantes, alguns deles mudaram o nosso caminho evolutivo para sempre.

Tome, o pai de Thoth, foi um dos Nacaals (Mestres Ascensos) que fundou a Atlântida, na ilha de Udal. Nesta ilha, o topo da Árvore da Vida era o cérebro da Atlântida, e nela havia uma pequena cidade chamada Poseidon. Esta cidade é a que Platão argumentou, quando ele disse que Poseidon teve 10 filhos, os 10 círculos na Árvore da Vida.

Poseidon foi feita de três anéis pintados de preto, vermelho e branco, este era o símbolo da Atlântida.

O círculo interior representava os Naacals (Mestres Ascensos), o círculo no meio eram os sacerdotes, chamados “Os Maias”, e o círculo exterior representava as pessoas comuns da Atlântida.

Havia apenas alguns milhares de marcianos que chagaram a Terra através do Merkabah sintético. A primeira coisa que fizeram, quando chegaram a Atlântida, foi tentar tomar o continente pela força. Eles tentaram declarar guerra e invadir, no entanto, eram vulneráveis devido ao seu pequeno número em comparação com os milhões de atlantes.

Quando isso aconteceu no nosso caminho evolutivo, tínhamos a consciência de uma menina de 14 anos. Os marcianos eram de uma espécie incrivelmente masculina e também muito envelhecida, então, o que aconteceu foi como se uma adolescente fosse levada por um velho de 60 anos, não tínhamos escolha. Os marcianos chegaram e disseram: “Gostem ou não, aqui estamos”, não se importavam com o que sentíamos ou pensávamos a respeito. Não foi muito diferente do que os conquistadores da América fizeram aos nativos americanos.

Finalmente, os Atlantes os fizeram curvarem-se, pararam a sua conquista, mas não podiam enviá-los de volta. Uma vez que o conflito inicial terminou, foi acordado que os marcianos tentariam entender essa coisa feminina que lhes faltava. As coisas acalmaram-se um pouco, mas os marcianos lentamente começaram a implementar as suas tecnologias de hemisfério esquerdo do cérebro e os atlantes não sabiam nada sobre isto.

Um após outro, os marcianos colocaram estas invenções no hemisfério esquerdo, até que os atlantes começaram a ver as coisas através da parte esquerda do cérebro. Lentamente, começamos a nos tornar uma espécie de sexo masculino. Os marcianos ganharam o conflito gradualmente, até que finalmente tinham todo o poder, como eles pretendiam.

A animosidade entre os atlantes e os marcianos não morreu, até o fim de Atlântida. Eles odiavam-se mutuamente. Os atlantes foram silenciados, e tratados como inferiores, como um casamento onde a esposa não está confortável, e o marido não se importa se ela gosta ou não. Assim permaneceu durante algum tempo até cerca de 26 mil anos atrás, quando a próxima fase começou lentamente.

Antes de continuar, é preciso falar da mudança dos pólos.

A MUDANÇA DOS PÓLOS

Na década de 1930, Edgar Cayce estava canalizando informação para um geólogo, quando de repente ele parou e disse: “Não é algo que deves saber, num futuro próximo, os pólos da terra vão mudar.”

Cayce era um homem brilhante, com fortes ligações em dimensões superiores, onde se comunicava com outros seres para a raça humana. Em última análise, foi pelas suas canalizações que o sistema de crenças chamado Nova Era foi criado. Isto foi posto em caixas de compreensão, porque mais ninguém entendeu o que ele estava fazendo. No entanto, quando Cayce falava, as pessoas ouviam, os geólogos começaram a estudar a possibilidade de mudança de pólos e encontraram algo surpreendente. Uma sequência de peças importantes de evidência vieram à luz e trouxeram um peso tremendo ao que Cayce estava dizendo, e mudou o ponto de vista do mundo nesta matéria.

Os cientistas acreditam que vai haver uma mudança de pólos, também vai haver uma mudança nos pólos magnéticos. Ao estudar os extratos de lava, os geólogos puderam ver onde estava o magnetismo do planeta quando se solidificaram os extratos a certa profundidade. Eles descobriram que o pólo magnético antigo não estava onde está agora, mas no Havaí. A última mudança ocorreu há 13 mil anos (a queda de consciência, mas já vamos a essa história). Eles fizeram outro teste e mais uma vez constataram que houve também uma mudança há 26 mil anos atrás (de onde estamos agora, na história). Os cientistas também descobriram que as mudanças de pólo aconteceram muito rapidamente, num só dia os campos magnéticos fizeram a volta completa ou mudaram 90 graus (há esse número de novo) e, em 24 horas, o sol vai nascer de forma diferente do que fez no dia anterior.

Esta mudança aconteceu centenas de vezes nos últimos 100 milhões de anos na Terra, mas agora está acelerando e acontecendo cada vez mais rápido, sendo 13 mil anos entre cada mudança.

Um novo ponto de vista está começando a ser entendido, a partir do espaço, não parecia um pulso?

Há muito mais para falar sobre a inversão dos pólos, mas eu vou dar as bases e as fontes, caso queira aprender mais.

Um cientista chamado Hapgood estava estudando isto em grande detalhe, porque a principal teoria por trás do que causou a mudança do pólo ainda estava em desenvolvimento. Chegou a uma teoria que demonstrava que era possível por meio de várias experiências. Através destas experiências, verificou que a superfície da crosta terrestre pode deslizar sobre a massa de terra principal, que continua a sua rotação como se nada tivesse acontecido, córtex Rotary e daria voltas sem controle até que pára e uma nova localização se alinha com o novo magnetismo.

Durante este tempo, há terremotos e tsunamis, a devastação cobre o mundo.

Além de Edgar Cayce, os Maias, Nostradamus e muitas profecias antigas falaram da mudança dos pólos, de uma forma ou de outra, e a ciência moderna está se dando conta de que haverá uma mudança de pólo em um futuro próximo, mas não se leva em conta que este evento está alinhado com a nossa mudança de consciência.

Recentemente, Nova fez dois artigos sobre a mudança de pólos, mas as duas vezes a NASA abafou. Então, Nova lançou um novo vídeo chamado “Tempestade Magnética da Terra”, que mostra todas as provas da inversão dos pólos… Sem usar as palavras “mudança dos pólos”, é como se uma empresa específica não quisesse que soubéssemos disto ou das evidências encontradas.

As alterações do pólo estão diretamente relacionadas com o magnetismo do planeta também. O nosso magnetismo enfraqueceu nos últimos 500 anos ou mais, e tem se tornado cada vez mais desalinhado, causando muitos dos problemas que temos visto nos últimos 20 anos. Os pássaros seguem o magnetismo do planeta para migrar e acabam em lugares onde não deveriam estar. As baleias estavam sempre acabando em praias nos anos 90, porque elas seguem o magnetismo para a terra, onde deviam encontrar água. E para os seres humanos, nas noites de lua cheia, há muito mais estupros, assassinatos e crimes violentos do que em qualquer outra noite do ciclo lunar porque a lua afeta, um pouco, o magnetismo da terra, mas ele está tão distorcido que, agora, afeta a forma como pensamos e agimos como planeta. O nosso colapso da estrutura social está relacionado com o geomagnetismo da Terra. Ou, talvez, seja o contrário.

Outra coisa que precisamos discutir sobre a inversão dos pólos é que sempre se alinham com uma mudança de consciência. Eles estão interligados.

Thoth viveu na Atlântida por muito tempo, e disse que a terra foi alterada cinco vezes, vendo o sol nascer no leste, então oeste, depois para o leste, então oeste. Isso explica por que durante a mudança de consciência no final a Lemúria afundou-se no oceano e a Atlântida surgiu. Se a crosta liga o planeta aleatoriamente, muitos eventos geológicos como elevação e afundamento de continentes devem ocorrer.

Agora que temos uma compreensão da inversão dos pólos, podemos continuar a história da Atlântida.

26 mil anos atrás, estávamos exatamente onde estamos hoje, na precessão dos equinócios. Passávamos os nossos dias de sono e estávamos prestes a acordar. Foi neste momento que houve um pequeno salto de consciência, de fato, baixamos de consciência, não subimos.

Um pedaço de Atlântida, do tamanho de Rhode Island afundou-se no oceano. Isso causou uma tremenda quantidade de medo nos atlantes, porque eles achavam que iriam perder todo o continente, assim como aconteceu com a Lemúria.

Devido à mudança de consciência, uma das maiores coisas que perderam foi a sua conexão com o futuro, não podiam prever grandes eventos, como a inundação da sua casa. Depois de quase 200 anos, esse medo começou a dissipar.

Agora que, tanto na Bíblia como nos registros sumérios, as histórias de Adão e Eva e todos os seus filhos dizem que tinham vidas excepcionalmente longa, como 900 anos ou mais, então, 200 anos deles são como 20 anos nossos, hoje em dia. Vamos explicar como chegaram lá, em breve.

As coisas se acalmaram um bocado e depois, entre 13 mil e 16 mil anos atrás, um cometa se aproximou da Terra. Dado que vivíamos em um alto nível de consciência em todas as dimensões, os atlantes perceberam antes de atingir a Terra.

Um grande conflito ocorreu na Atlântida, os marcianos eram uma minoria e, mesmo estando no controle, queriam destruí-lo em pedaços com tecnologia laser.

No entanto, os Naacals (Mestres Ascensos) sabiam a verdadeira natureza do cometa, e os atlantes protestaram. Eles disseram que o cometa estava em ordem divina, e deviam deixá-lo ter lugar, naturalmente, deixá-lo chocar com a Terra, era isso que estava para acontecer. Os marcianos lutaram contra os atlantes, mas finalmente cederam, concordaram em deixá-lo cair na Terra.

Quando chegou a hora, veio rasgando a atmosfera, afundando-se no Oceano Atlântico, perto da margem oeste da Atlântida, perto de onde é Charleston – Carolina do Sul, agora, que aquela altura, estava debaixo do Oceano. Os restos do cometa estão espalhados por quatro estados e a ciência determinou que embateu pelo menos à 12 mil anos atrás, se não mais. Contudo, ainda há pedaços hoje, e o maior embate foi perto de Charleston.

Alguns fragmentos foram contra a Atlântida, embatendo onde os marcianos viviam, matando grande parte da população. Eles ficaram furiosos. Eles disseram que acabou, que se divorciaram, que iriam fazer o que queriam e que os atlantes podiam fazer o que quisessem, mas eles nunca mais voltariam a ouvi-los.

Nós sabemos disto, temos visto o que acontece quando os casais se divorciam. E as crianças? Bem, observe o mundo moderno. As crianças somos nós.

Consegue imaginar o que os marcianos fizeram a seguir? Sua principal interface com a realidade era o controle, e quando a sua ira se juntou ao desejo de controle, decidiram controlar toda a terra. Começaram a construir novamente um complexo, como já fizeram em Marte, há muito tempo, para tentar criar outro Merkabah sintético. Se tivessem sido bem sucedidos, teriam o controle sobre todo o planeta, mas 50 mil anos terrestres se passaram desde que eles tinham construído um Merkabah, e não se lembravam bem de como fazê-lo. Provavelmente, os marcianos construíram os edifícios na Atlântida, e colocaram uma experiência completa. Eles incendiaram um interruptor e perderam o controle, a destruição foi imensa. Nesta realidade, dificilmente se pode cometer um erro maior do que criar um Merkabah fora de controle. O experimento começou a rasgar os níveis dimensionais, não os mais altos, mas os mais baixos. Para fazer uma analogia, se você pegar uma faca e apunhalar o estômago, os ácidos vão para outras partes do corpo onde não deviam estar. Então, ao rasgar as dimensões, os marcianos quase destruíram a Terra. O desastre ambiental em que vivemos hoje não é nada em comparação, embora as catástrofes de hoje sejam resultado direto destes eventos.

Devido a esta abertura dos níveis dimensionais, um grande número de seres de dimensões inferiores foi retirado de suas zonas de conforto para estes níveis mais elevados. Eles foram obrigados a entrar em um mundo que não conheciam nem entendiam. Para sobreviverem, eles precisavam de corpos e começaram a entrar, automaticamente, no corpo das pessoas. Em cada corpo humano, havia centenas de seres que habitam dimensões inferiores. Esses seres terrestres eram como nós, mas não vinham desta dimensão. Foi uma catástrofe. Provavelmente, a maior que a terra já viu.

Bem, vamos precisar de, pelo menos, mais 3 capítulos para fazer apenas um resumo desta história. 

A História da Humanidade – Parte 1

OBSERVAÇÕES

Fonte: Vibraraapi. Todo este Conteúdo também está presente no livro O Despertar dos Deuses, inclusive no livro tem mais informações esclarecedoras.

Durante muitos milhares de anos, deformamos nossa própria história. As nossas histórias do passado foram alteradas, mal traduzidas e totalmente mal interpretadas enquanto percorremos a curva da Precessão dos Equinócios.

001 - PRECESSÃO DOS EQUINÓCIOS 001

No princípio, Deus criou o céu e a Terra.

A Terra estava vazia e vaga, as trevas cobriam o abismo e um vento de Deus pairava sobre as águas.

Deus disse: “Haja luz”, e houve luz.

Esse resumo da criação tem sido o núcleo das religiões monoteístas. No século 17, o Arcebispo James Ussher de Armagh, na Irlanda, calculou o dia e até o momento exato da criação do mundo no ano 4004 AEC, baseando-se nestes versos iniciais.

Arcebispo James Ussher de Armagh

Os religiosos acreditam que o mundo não tem mais que 6 mil anos. É lamentável que eles não tenham percebido o que é sabido há mais de um século – que os relatos da Criação, no Gênesis, eram versões censuradas e abreviadas de textos mesopotâmicos bem mais detalhados; estes, por sua vez, eram versões de um texto sumério.

De acordo com o maior estudo científico realizado até agora, o genoma de 11 populações subsaarianas confirma que os Khoisan ou Bosquímanos são descendentes em linha direta dos primeiros humanos modernos, que evoluíram no sul do continente africano há mais de 100 mil anos. Como a Terra poderia ter apenas 6 mil anos se já havia homens, na África, há mais de 100 mil anos?

003 - KHOISAN OU BOSQUÍMANO 002

003 - KHOISAN OU BOSQUÍMANO 001

Um dos meios de calcular a idade da Terra é o método absoluto, baseado nos princípios do decaimento ou desintegração radioativa. De acordo com os cientistas, o método absoluto, que utiliza os princípios da radioatividade, fornece a idade da rocha com precisão e este cálculo indica que o nosso planeta tem 4,56 bilhões de anos. Conforme a datação radiométrica de meteoritos, esta idade é consistente com as idades das mais antigas amostras terrestres e lunares.

Os pontos de vista modernos da história relatam várias coisas, mas esquecem-se totalmente de várias peças muito importantes do quebra-cabeças. Por exemplo, as pirâmides de Gizé:

003 - PIRÂMIDES DE GIZÉ 001

Não existe uma teoria moderna que explique exatamente como poderiam ter sido feitas.

004 - PIRÂMIDES DE GIZÉ 002

Não é possível deslocar uma pedra sequer, nem mesmo com 50 homens puxando, muito menos arrastá-las centenas de quilômetros e depois empilhá-las uma em cima da outra 137 metros no ar, de uma maneira tão precisa que até a tecnologia moderna de hoje não consegue.

005 - PIRÂMIDES DE GIZÉ 003

Sem mencionar que estão alinhadas com precisão com o cinturão de Orion,

006 - PIRÂMIDES ALINHADAS COM CINTURÃO DE ORION 001

007 - PIRÂMIDES ALINHADAS COM O CINTURÃO DE ORION 002

008 - PIRÂMIDES ALINHADAS COM O CINTURÃO DE ORION 003

com a proporção dourada e a espiral de Fibonacci,

009 - ESPIRAL DE FIBONACCI

e ser um ponto cardinal de cada lugar sagrado no planeta.

010 - PONTO CARDINAL

E isso é apenas um exemplo. A nossa história não é o que pensamos. Muita das coisas que nos fizeram acreditar que é verdade, simplesmente não é. Recentemente, o campo da arqueologia viu descobertas monumentais que estão abalando as bases do que acreditamos saber sobre nós mesmos. Muitas cidades antigas como Babilônia, Erech e Akkad, descritas na Bíblia e em outras escrituras antigas, sempre se pensou serem mitos porque ninguém podia provar que existiam. Então, uma delas foi encontrada. Isso levou à descoberta de outra, e depois de outra.

011 - CIDADES ENCONTRADAS 001

012 - CIDADES ENCONTRADAS 002

013 - CIDADES ENCONTRADAS 003

Dentro de uma destas cidades, os arqueólogos descobriram milhares de tábuas de argila cilíndricas ocultas debaixo da terra.

014-01 - TÁBUAS SUMÉRIAS 001

As tábuas estavam totalmente cobertas de texto, com caracteres cuneiformes (sumérios), e relatam uma história antiga que se estende a centenas de milhares de anos no passado deste planeta, descrevendo a história da Terra e as origens da raça humana em grande detalhe.

Agora, a primeira coisa que todos queremos fazer é dizer que os sumérios apenas inventaram coisas, que eles não sabiam a história da Terra e apenas criaram contos para explicar de onde vieram. Há quem diga que os povos antigos usavam ervas alucinógenas e que seus registros não passam de fruto de alucinação. Contudo, se era apenas alucinação, como se explica o fato de povos diversos contarem a mesma história? Como se explica o fato dos seus conhecimentos serem descobertos e comprovados pela ciência, milhares de anos depois?

Como as tradições antigas e secretas de uma tribo africana como os dogons poderia conter informações de astrofísica, de alta precisão, sobre estrelas invisíveis no sistema da estrela Sírius? Algumas dessas informações só foram descobertas recentemente pelos cientistas modernos, meio século depois de terem sido registradas por antropólogos que visitaram essa tribo.

014-02 - DOGONS DESENHARAM SÍRIUS 001

014-03 - DOGONS DESENHARAM SÍRIUS 002

Os dogons falaram sobre a circulação do sangue, um conhecimento que só chegou ao ocidente em 1546. Eles sabiam que a essência da nutrição passa para o sangue, compreendiam o papel do oxigênio que entra na corrente sanguínea, trazendo a “nutrição do interior” pelo “impulso promovido pelo coração”. Essas coisas só foram descobertas pela medicina recentemente. Os dogons sabiam que a Terra gira sobre o seu próprio eixo e que isso ocorre a cada dia, sabiam que a Terra leva um ano para completar a volta em torno do sol e não tinham dificuldade para conceber a vida inteligente em todo o Universo.

Se eles estavam inventando, como podemos explicar seus conhecimentos e até tecnologia avançadas?

Estas imagens foram feitas pelos sumérios:

015 - SUMÉRIOS E SUA TECNOLOGIA AVANÇADA 001

016 - SUMÉRIOS E SUA TECNOLOGIA AVANÇADA 002

Reparou que o homem está usando relógio?

017 - SUMÉRIOS E SUA TECNOLOGIA AVANÇADA 003

Como podemos explicar como eles sabiam tantas coisas, sobre o Universo, que parecem impossíveis de saber? Os dogons e os sumérios sabiam sobre todos os planetas distantes do sistema solar. Os sumérios descreveram-nos a todos com grande detalhe.

018- SUMÉRIOS ESCREVERAM SOBRE OS PLANETAS 001

Eles também sabiam sobre a Precessão dos Equinócios.

019 - SUMÉRIOS ESCREVERAM SOBRE A PRECESSÃO DOS EQUINÓCIOS

Para um historiador, esta é uma pergunta difícil de responder, porque é necessário mais de 2000 anos de observação contínua para aprender que a Terra tem um bamboleio. Os sumérios tinham esta informação desde o primeiro dia da sua civilização.

Zecharia Sitchin passou muito tempo transcrevendo estes textos e registrou tudo em seus livros. Obs. minha: como alguns textos estavam faltando em algumas tábuas devido às erosões do tempo, ele acrescentou coisas a seu critério.

020 - ZECHARIA SITCHIN O 12° PLANETA

021 - ZECHARIA SITCHIN O LIVRO PERDIDO DE ENKI

Mas muitos outros fizeram o mesmo e as interpretações são sempre muito similares. E não é só isso. Thoth compartilhou informações sobre isso conosco e o seu relato coincide com os registros sumérios.

022 - THOTH 001

023 - THOTH E OS REGISTROS SUMÉRIOS

Adamus e outras canalizações também discutiram o tema.

024 - ADAMUS

Se você analisar todos estes registros e fontes, há grandes conexões entre as histórias. Esta história estende-se a centenas de milhares de anos no nosso passado.

Fala de Tiamat,

025 - TIAMAT

fala de Nibiru,

026 - NIBIRU

dos Nephilim,

027 - NEPHILIM 001

028 - NEPHILIM 002

029 - NEPHILIM 003

030 - NEPHILIM 004

031 - NEPHILIM 005

da semente da raça humana, de Adão e Eva e dos lemurianos (habitantes de Lemúria).

Atualmente, têm sido encontrados vários crânios muito antigos que são diferentes do crânio do homem moderno.

032 - LEMURIANOS OU ATLANTES 001

033 - CRÂNIOS DIFERENTES 001

Alguns alegam que a antiga nobreza ou clero deformava o crânio para parecer superior. É possível deformar o crânio, mas não aumentar o volume interno. E estes, comprovadamente, têm volume 40 a 50% superiores à do homem atual. Além disso, deformações nunca seriam tão simétricas, vertical, horizontal e radialmente. E nem totalmente iguais umas as outras. Ademais, deformação não explica nada, só constata o fato de que a nobreza ou o clero estaria tentando parecer superior. Porém, com base em que modelo “superior”? A quem pretendiam imitar ou se assemelhar para parecerem superiores? O fato é que o alongamento de crânios é um fenômeno global. Existem diversos achados nas ilhas do Pacífico, em Malta, no Peru, no Congo, em várias regiões da África e na América do Sul. São diversos povos de culturas diferentes. Como tantas regiões diferentes tiveram a mesma idéia de deformarem seus crânios? Alguém teria de tê-los ensinado como alongar os crânios e teriam que ter tido alguma inspiração para tal feito. Até mesmo para famosos cientistas é inconcebível que tudo tenha ocorrido ao mesmo tempo por uma simples coincidência, teria que ter havido algum tipo de influência. Por fim, a face, os olhos e especialmente os ossos da mandíbula não podem ser deformados. E são claramente diferentes do homem comum. Exceto se pertencerem a uma raça humana desconhecida.

034 - CRÂNIOS DIFERENTES 003

Estes crânios encontram-se expostos no Museu de Antropologia de Lima (Peru). Ainda causam controvérsia, pois não se encaixam totalmente nas técnicas das “deformações cranianas”, empreendidas pelos antigos, que usavam esses procedimentos com fins mágico-religiosos e estéticos.

035 - ANUBIS 001

036 - PEQUENOS

REALIZA EGÍPCIA – UMA RAÇA DIFERENTE

A civilização egípcia surgiu pouco depois da civilização suméria e, desde os primórdios da civilização, difundia-se, na realeza egípcia, uma raça estranha e diferente. Fato constatado nos bustos e murais da época. Tutankamon foi o último integrante dessa raça diferente que reinava o Egito. Akhenaton é um exemplo nítido, já que em seu reinado, as artes ganharam mais realismo e ele foi representado como realmente era. Possuía o crânio longo e alto, rosto alongado e ancas largas.

037 - AKHENATON E SUA MÚMIA

Em 1907, o corpo de Akhenaton foi achado no Vale dos Reis, Egito, e confirmou muitas coisas para os egiptólogos e arqueólogos em geral, mas uma confirmação surpreendeu a todos: O real crânio alongado de Akhenaton, comprovando suas representações. Ele era alto, magro, tinha uma barriga protuberante e uma estranha cabeça alongada.

Anos depois, em 1922, quando encontrada a tumba de Tutankamon, filho de Akhenaton, outra surpresa: Seu crânio também era alongado.

038 - TUTANKÁMON 001

038 - TUTANKÁMON 002

039 - TUTANKÁMON 003

A imagem a seguir é uma representação egípcia de Akhenaton e sua mulher, Nefertiti, com seus filhos. Os pais estão com a cabeça coberta, mas pode-se ver claramente que o crânio dos filhos era alongado.

040- TUT E NEFERTITI COM SEUS FILHOS

A múmia da Rainha Nefertiti também revela seu crânio alongado:

041 - NEFERTITI E SUA MÚMIA

042 - LEMURIANOS OU ATLANTES 002

Alguma semelhança com os habitantes de Sírius ou Orion?

043 - POVO DE ORION

Bem, as pirâmides de Gizé estão perfeitamente alinhadas com o cinturão de Orion e as escrituras egípcias relatam que Akhenaton era um rei que havia descido das estrelas. Ele mesmo disse que foram seres que vieram do Cosmos que o instruíram a abandonar a cidade onde a corte morava e também o culto a diversos deuses para cultuar apenas a Aton, o deus sol. Akhenaton dizia que ele mesmo era um deus que veio destes seres celestiais. Ele revolucionou a cultura, religião, modo de vida, enfim, todo o Antigo Egito.

“Em um período de aproximadamente 3.400 anos ocorreu uma grande mudança no Egito, e o país passou rapidamente de um estado de cultura neolítica adiantada, com um caráter de complexo tribal, para monarquias bem organizadas; uma das quais compreendia a área do Delta e a outra o próprio vale do Nilo. Ao mesmo tempo, surge a arte da escrita, arquiteturas monumentais, com o desenvolvimento das artes e dos artesanatos a um grau surpreendente, assim como de todos os pontos de evidências sobre a existência de uma civilização bem organizada e até luxuosa. Tudo isso foi alcançado em um período de tempo relativamente curto, pois aparentemente houve pouco ou nenhum antecedente para esses desenvolvimentos fundamentais na escrita e na arquitetura.”

O Mistério de Sírius – Robert Temple

Os egípcios eram um povo muito religioso e a alegação de Akhenaton ter vindo das estrelas pode ser apenas crença ou lenda.

O que temos de concreto é que pesquisas feitas em múmias provam a existência de um sangue raríssimo correndo nas veias de Akhenaton e de toda a família real.

Vamos tomar a história desde o fim de Lemúria e discutir os acontecimentos da Atlântida até a atualidade. O que vou dizer é uma mistura do que dizem os registros de antigas civilizações como os sumérios e os egípcios, especialmente com o que Thoth nos disse, para obter mais detalhes. Por favor, use a sua própria experiência ao ler isto, não vou afirmar que isto é um fato. Decida por si mesmo.

O SURGIMENTO DE ATLÂNTIDA

Há muito tempo atrás, vivíamos principalmente numa série de ilhas chamadas Lemúria ou Mu, localizadas no Oceano Pacífico.

044 - LEMÚRIA E ATLÂNTIDA MAPA 001

045 - LEMÚRIA E ATLÂNTIDA MAPA 002

O arqueólogo James Churchward realmente descobriu algumas escrituras misteriosas, no Tibete, falando de um continente perdido no Oceano Pacífico. Churchward dedicou seu tempo e carreira a investigar o Pacífico em busca de pistas que o levassem à verdade sobre a existência do continente perdido.

046 - JAMES CHURCHWARD

Entre suas descobertas, podemos constatar que muitas das mais conhecidas civilizações como Egito, Babilônia, Grécia e até mesmo os Maias, tiveram suas origens nas “lendas” fabulosas de Lemúria, Mu ou Mukulia.

Churchward conseguiu descobrir o alfabeto de Lemúria, onde apareceu, por exemplo, a suástica.

047 - SUÁSTICA DA LEMÚRIA

Alguns anos depois, William Niven encontrou talas semelhantes aos caracteres no México. Inscrições foram encontradas nos monólitos de Tizec, em Azcopotzalco, o que reforça as teorias de Churchward. Mais tarde, personagens semelhantes foram encontrados em Glozel, na França, onde desenhos mostravam homens vestidos e dinossauros, vivendo na pré-história. Esta civilização já existia há mais de 150 mil anos, atingindo seu pico cerca de 70 mil anos atrás.

Lemúria era muito avançada na ciência do Tantra Yoga, chakras, meditação e mantras.

048 - TANTRA YOGA

048 - CHAKRAS E MEDITAÇÃO

EXTRATERRESTRES TROUXERAM CONHECIMENTOS AO HOMEM

A fertilidade criativa daqueles povos fez alguns cientistas especularem sobre a possível ajuda de seres extraterrestres na obtenção de conhecimentos. Povos antigos como os sumérios, egípcios, babilônios, incas, astecas e dogons afirmaram isso em seus vários registros.

049 - ETs NA SUMÉRIA E EGITO 001

050 - ETs NA SUMÉRIA E EGITO 002

051 - ETs NA SUMÉRIA E EGITO 003

052 - ETs NA SUMÉRIA E EGITO 004

053 - ETs NA SUMÉRIA E EGITO 005

054 - ETs EM TERRITÓRIO INCA 001

055 - ETs EM TERRITÓRIO INCA 002

056 - ETs EM TERRITÓRIO INCA 003

057 - ESCULTURA DOGON

058 - ETs NA SUMÉRIA E NO EGITO 006

059 - ESCULTURA ASTRONAUTA

O resultado de uma das pesquisas de Robert Temple sobre os dogons demonstra a possibilidade de que a civilização, tal como a conhecemos, foi, primeiramente, uma importação de outra estrela. As culturas vinculadas da Suméria e do Egito, na área do Mediterrâneo, simplesmente surgiram do nada.

Isso não quer dizer que não havia outros povos antes deles. Sabemos da existência de inúmeros povos, mas não encontramos traços de civilização adiantada. Povos e civilização são coisas muito diferentes. 

Os dogons e os egípcios falaram de uma civilização vinda do Sistema de Sírius e os babilônios diziam que essa civilização veio dos céus; os dogons e os babilônios estão de acordo sobre a natureza anfíbia desses seres. As informações preservadas, em termos astrofísicos, apresentam um grau fantástico de precisão. Essa precisão é tão acentuada que chega a ser maior a responsabilidade de quem realmente tenta refutá-la. 

Provavelmente, a visita recebida pelo nosso planeta procedeu do sistema da estrela Sírius, que povos antigos, e também os dogons, tentaram nos contar. E como os relatos falam de seres aquáticos, de um planeta aquático alhures, talvez essa seja a razão para que a Esfinge esteja assentada sobre a água, isto é, porque os visitantes do planeta do sistema da estrela Sírius eram anfíbios. Se as câmaras embaixo da Esfinge, que se afirma terem sido descobertas por geólogos, estão cheias de água, isso pode não ser acidental. Se for verdadeiro que estão cheias de água, com indicações ou registros de algum tipo, conforme supõem os entusiastas da existência de um “Hall dos Registros”, seria razoável que seres aquáticos preferissem deixar alguns traços desse tipo em câmaras aquosas e não nas secas. O fosso que circunda a Esfinge poderia ser, então, considerado um dispositivo simples, mas brilhante, de proteção, pois somente com roupas de mergulho os ladrões poderiam arrombar e roubar o que estivesse preservado nas câmaras embaixo do fosso da Esfinge. Essas câmaras submersas, por outro lado, seriam facilmente acessadas por anfíbios. Sendo assim, é possível que a sua construção tenha sido intencional. 

Você duvida que haja possibilidade de comunicação entre o homem e os extraterrestres? Acha que isso é uma questão religiosa, uma questão de fé, uma lenda, algo sem fundamento ou base científica? Se você ainda acha isso, você está mal informado! 

“O Professor Ilya Prigogine, ganhador do Prêmio Nobel de Química de 1977, ressaltou que o início da complexidade em um sistema pode resultar na extensão instantânea de uma ordem de longo alcance, com uma magnitude de dez milhões ou mais, como é facilmente demonstrado no início do alinhamento das chamadas Células de Bénard, provocada por convecção térmica em um fluido. Essa enorme expansão da ordem é equivalente, por exemplo, a um quinto da população da Grã-Bretanha, que de repente e de maneira espontânea adotasse a mesma postura corporal, no mesmo instante, sem que os indivíduos tivessem qualquer contato direto entre si. Dez milhões de pessoas, de repente, levantaram suas cabeças, e cada uma fez exatamente como as outras. Essa reação é análoga ao que acontece em uma Célula de Bénard, em que dez bilhões de moléculas alinham-se instantaneamente. 

A descoberta da importância da proporção de 1,053 entre a massa de Sírius B e a de nosso Sol sugere que nosso sistema solar e o sistema de Sírius são elementos de uma entidade maior, a Célula de Anúbis (em termodinâmica, a chamada “estrutura dissipativa distante do equilíbrio térmico”). Esta célula, evidentemente, possui uma ordem de longo alcance, com uma extensão de pelo menos 8,7 anos-luz. Como a ordem de tais estruturas ao aumentar elimina sua desordem, um contínuo processo de ordenamento deve ter estado em atividade dentro da Célula de Anúbis, desde pelo menos a formação de nosso Sol ou da condensação de Sírius B como anã branca, independentemente do que tenha ocorrido mais tarde. Os dois sistemas devem estar em contínua ressonância harmônica entre si. Pode-se presumir que uma perturbação significativa de um afetaria o outro, o que poderia ser aplicado a eventos de freqüência muito alta, entre os quais, os eventos mentais, de pensamento ou de informação. 

A participação da mesma célula cósmica sugere o potencial para a modulação de um campo compartilhado para fins de comunicação entre os sistemas. Os aspectos de uma ordem de longo alcance podem significar que a comunicação instantânea entre os sistemas seria possível, algo que aparentemente ultrapassasse os limites da velocidade da luz para estabelecer a comunicação mútua. A comunicação psíquica e até as interações imateriais entre as almas seria realmente possível. 

Os antigos egípcios diziam que as pessoas iam para o sistema de Sírius quando morriam. Os dogons dizem o mesmo e, talvez, o sistema de Sírius seja a localização real do “Outro Mundo” em mais de um sentido. É até possível que a inspiração do sistema de Sírius para os seres humanos, na Terra, chegue por meio de ressonância harmônica articulada pelo Campo de Anúbis da Célula de Anúbis, sendo instantaneamente “transmitida”, não como um sinal, mas como uma resposta de ressonância harmônica dentro do Campo de Anúbis existente dentro da célula cósmica. 

Em toda a natureza ocorrem fenômenos semelhantes: descobriu-se que até a humilde esponja possui um movimento impossível, em termos físicos, de “velocidade de condução” para realizar a transmissão de estímulo de uma extremidade a outra de seu corpo. Se uma simples esponja do fundo do mar é capaz de desafiar o tempo e o espaço, certamente a Célula de Anúbis poderá fazê-lo dentro de uma Galáxia. A Célula de Anúbis pode ser análoga a um neurônio macroscópico sob o ponto de vista de escala galáctica. E está viva. O grande Princípio de Ordenamento pode ser uma Entidade (consciência). Mesmo que não tenha sido uma Entidade a iniciá-lo, em um período muito remoto, algo gerou espontaneamente uma considerável consciência, ainda que isso só tenha ocorrido por meio de conexões ponderadas em um processo de distribuição paralela. E, sem dúvida, para pôr em prática tal raciocínio foram necessários alguns bilhões de anos.

Se em todo esse cenário não passamos de agradáveis e tolerados parasitas, talvez devamos dedicar alguns raciocínios a essa questão. É possível que um ser se comunique com a Entidade (consciência) fazendo a modulação entre o Campo de Anúbis e seus padrões de pensamento (um procedimento geralmente conhecido como meditação ou oração).” 

O Mistério de Sírius – Robert Temple 

De acordo com as Tábuas de Lhasa, que foram descobertas por Chuward, Lemúria mostrava vestígios de uma grande civilização que um dia reinara na Terra, com as cidades evoluídas, com magníficas pirâmides geométricas, aeronaves, teletransporte, engenharia genética, sabedoria esotérica inimaginável e guerras alienígenas. Seus habitantes tinham pele escura, rosto liso, mediam cerca de 4 m de altura, eram pessoas satisfeitas, felizes e imunes a doenças, mas houve uma mudança de consciência. 

Naquela época, quando os seres humanos existiram num nível muito alto de consciência, éramos interdimensionais e muito psíquicos. Comunicávamos entre nós através do pensamento e da emoção, tal como o fazem os animais, ao invés de falar ou escrever, o que parecia muito primitivo.

060 - TELEPATIA 001

061 - TELEPATIA 002

Quando ascendemos em consciência, as ilhas de Lemúria afundaram-se nos oceanos. Ao mesmo tempo desta mudança, um novo continente levantou-se das águas, a Atlântida.

EVIDÊNCIAS DA EXISTÊNCIA DE LEMÚRIA

Em meados de 1900, o caminho espiritual dos Estados Unidos era semelhante ao que está acontecendo hoje em dia. As pessoas começaram a aprender sobre meditação e a estudar terras antigas como a Atlântida e Lemúria. Na realidade, encontramos bastante evidências que Lemúria existiu e tinha a ver com os corais.

O fundo do oceano eleva-se e cai. Os corais podem existir até 46 metros abaixo da superfície da água. Em 1910, a superfície do oceano estava, provavelmente, mais alta porque era possível ver os anéis de corais afastando-se das ilhas de Páscoa uma grande distância. Estimou-se que estes anéis foram encontrados a 549 metros, o que significa que, para terem existido, teriam de ter estado mais acima, afundando-se lentamente.

Encontrou-se, também, a mesma fauna e flora das ilhas do Havaí por todo o caminho até as ilhas de Páscoa. Esta é uma grande distância, mas se observarmos um mapa, veremos uma grande corrente. Essa corrente, de acordo com Thoth, corria ao largo da costa ocidental da Lemúria.

062 - COSTA OCIDENTAL DA LEMÚRIA

São apenas nestas ilhas que, hoje em dia, existe a mesma fauna e flora, as mesmas árvores, pássaros, insetos, bactérias… Tudo.

063 - FAUNA E FLORA DO HAVAI E ILHAS DE PÁSCOA 001

064 - FAUNA E FLORA DO HAVAI E ILHAS DE PÁSCOA 002

A ciência só poderia explicar isto se houvesse pontes de terra entre estas ilhas em certo momento.

Embora estivéssemos estudando isso, naquela época, em seguida começou a 1° Guerra Mundial e perdemos o interesse pela espiritualidade e pelas terras ancestrais durante muito tempo.

Após o afundamento de Lemúria e o surgimento da Atlântida, no princípio, a raça humana dispersou-se. Mudamo-nos para várias ilhas e continentes do mundo, porque não tínhamos um lar, ainda. Não tínhamos aonde ir.

ÁRVORE DA VIDA

Nesse momento, havia cerca de mil humanos num estado de consciência muito elevada, mais que todos os restantes. Eram chamados de “Naacals”, mas hoje nós os conhecemos como Mestres Ascensos.

Os Naacals começaram a preparar a Atlântida para ser o nosso novo lar. A Bíblia menciona a Árvore da Vida, no livro de Gênesis. Os Naacals (Mestres Ascensos) projetaram as suas energias através da superfície do continente na forma de Árvore da Vida.

065 - ÁRVORE DA VIDA 001

Não esta, mas uma com 12 círculos. Um extra na parte superior da ilha de Udal, e um extra na parte inferior, na água.

066 - ÁRVORE DA VIDA 002

Houve 10 componentes no continente e embora se estendesse por centenas de milhas sobre a superfície, projetaram-se com a precisão de um só átomo.

A SERPENTE

Escolhemos mudar-nos para Atlântida devido à Kundalini.

O cristianismo relaciona a serpente com o diabo, mas é preciso abandonar as crenças limitantes para enxergar o real significado das coisas. A serpente está relacionada à saúde.

Na própria Bíblia cristã, Deus manda Moisés fazer uma serpente de bronze para curar aqueles que olhassem para ela (Números 21:8-9).

067 - SERPENTE DA CURA NA BÍBLIA

A serpente é o símbolo da Medicina.

068 - SERPENTE É SÍMBOLO DA MEDICINA

Na verdade, a serpente está relacionada à própria vida. Você reparou que o nosso DNA tem forma de serpente?

069 - DNA 001

070 - DNA 002

071 - SERPENTE E DNA 001

072 - SERPENTE E DNA 002

073 - SERPENTE E DNA 003

Nos seres humanos, a Kundalini frequentemente refere-se à Serpente de Energia, que percorre toda a coluna.

074 - KUNDALINI 001

A Kundalini pode ser ativada através da Meditação.

075 - KUNDALINI 002

076 - KUNDALINI 003

Quando se ativa, oferece uma imensa quantidade de energia através de todos os chakras, promovendo saúde, bem estar, equilíbrio mental e emocional, aumentando a intuição e abrindo a mente para a sabedoria.

077 - KUNDALINI 004

078 - KUNDALINI 005

079 - KUNDALINI 006

080 - DESPERTANDO OS CHAKRAS

A própria Terra também tem uma Kundalini (porque a Terra está viva, como um organismo), que vai desde o centro do planeta até um lugar específico na superfície.

081 - KUNDALINI DA TERRA 001

Onde quer que a Kundaline resida, as pessoas desse local tornam-se os líderes espirituais do mundo.

082 - KUNDALINI DA TERRA 002

A Terra elegeu a Atlântida para ser o novo centro espiritual do planeta.

083 - ATLÂNDIDA FOI UM CENTRO ESPIRITUAL DO PLANETA

Depois da Atlântida, o centro espiritual mudou-se para as montanhas do Tibete.

084 - TIBETE JÁ FOI CENTRO ESPIRITUAL DO PLANETA

Por isso os budistas foram os líderes de espiritualidade pura nos últimos 13 mil anos.

085 - TIBETE JÁ FOI CENTRO ESPIRITUAL DO PLANETA

Era um lugar muito puro.

086 - TIBETE ERA UM LUGAR MUITO PURO 001

087 - TIBETE ERA UM LUGAR MUITO PURO 002

O centro espiritual tem estado na Índia, China e Tibete por muito tempo, mas nos últimos 10 anos, moveu-se para a América do Sul e, provavelmente, o Chile será o novo Tibete do Mundo, mas isso é outra história.

De repente, num só dia, os Naacals (Mestres Ascensos) deram vida à Árvore da Vida na superfície da Atlântida.

088 - ÁRVORE DA VIDA NA ATLÂNTIDA

Isto criou vórtices de energia em rotação em todos e cada um dos círculos.

089 - VÓRTICES DE ENERGIA NA ATLÂNTIDA

Uma vez que os vórtices se estabeleceram, os lemurianos foram convocados. Milhões de lemurianos, que haviam se estabelecido em todo o planeta, começaram a ser atraídos até Atlântida. Uma grande migração começou. No entanto, o corpo de consciência lemuriano só havia chegado aos 12 anos de idade como consciência planetária. Já que éramos hemisfério direito do cérebro, éramos uma espécie feminina, como uma menina de 12 anos, e alguns de nossos centros ainda não estavam trabalhando. Eles já haviam trabalhado com estas energias, mas tinham dominado apenas 8 das 10.

090 - 8 CENTROS DE ENERGIA TRABALHANDO

Cada imigrante de Lemúria sentia-se atraído por um destes 8 centros na Atlântida. De acordo com a natureza do indivíduo, instalaram-se e começaram a construir cidades. Isto deixou dois vórtices que ninguém usava, nem uma só pessoa.

091 - DOIS VÓRTICES INATIVOS 001

Estes dois vórtices atraíam vida para eles e, na vida, não pode haver um lugar vazio. A vida encontra uma forma de preenchê-lo.

092 - VÓRTICES ATRAEM VIDA

É como dirigir, seguindo um carro, e ficar para trás. Alguém vai preencher o espaço.

093 - DIRIGIR 001

094 - DIRIGIR 002

095 - DIRIGIR 003

Foi exatamente isso que aconteceu na Atlântida. Apesar dos lemurianos terem preenchido apenas 8 das áreas com vórtice, os registros Maias indicam claramente que havia 10 cidades na Atlântida quando esta caiu.

096 - REGISTROS MAIAS

Podemos ver estes dados no Códice Troano, que agora se encontra no Museu Britânico. Estima-se que este documento tenha 3.500 anos e descreve em detalhe o afundamento da Atlântida.

097 - CÓDICE TROANO 001

098 - CÓDICE TROANO 002

OS HEBREUS

De acordo com Thoth, para preencher os vórtices vazios, duas raças extraterrestres interviram: A primeira raça foram os Hebreus, procedentes do nosso futuro. Thoth diz que os Hebreus vieram de fora do planeta, mas não sabemos exatamente de onde.

Os Hebreus eram um povo como crianças do quinto ano que não foram aprovadas e tinham que repetir o ano. Aprenderam tudo sobre matemática, assuntos do hemisfério esquerdo, mas não conseguiram o aspecto do hemisfério direito do cérebro, que é a evolução da consciência: O FAZER. Não se graduaram no próximo nível de evolução, pelo que tiveram que fazê-lo novamente. Eles sabiam muitas coisas que nós ainda não sabíamos e trouxeram muitos conceitos e idéias das quais ainda não estávamos conscientes. Agora, se isto é verdade, isto explicaria muitas coisas sobre o povo hebreu em geral. Tem muita geometria sagrada dentro da sua cultura. Também coloca perspectiva à história do Êxodo. Pode ser que Moisés tenha encarnado nesta época para liderar os Hebreus porque não eram descendentes diretos dos humanos e eram tratados injustamente. Talvez Moisés tenha sido visitado por um Mestre Ascenso dos Hebreus para guiá-lo a liderar o seu povo.

099 - MOISÉS 001

100 - MOISÉS 002

Dado o que sabemos sobre dimensões e consciência, isto dá novas perspectivas em histórias antigas que não faziam muito sentido.

A chegada dos Hebreus à Atlântida não causou problema algum. Eles sempre foram amigos e, de fato, até beneficiaram a nossa evolução.

A REBELIÃO DE LÚCIFER

A outra raça que chegou, sim causou grandes problemas. Estes seres chegaram do bem próximo planeta Marte.

102 - MARTE 002

101 - MARTE 001

De acordo com Thoth, um pouco menos de um milhão de anos atrás, Marte parecia-se muito com a Terra. Era lindo, tinha oceanos, água e árvores e era simplesmente fantástico.

103 - MARTE 003

104 - MARTE 004

105 - MARTE 005

106 - MARTE 006

Mas algo lhes aconteceu, e tinha a ver com uma coisa chamada “A Experiência Lúcifer”.

107 - MARTE 007

108 - MARTE 008

Desde o início da criação, tudo é apenas uma experiência. A Física Quântica e a Psicologia confirmam a Lei da Atração. Tudo que existe é criado pela mente, sentido e depois manifestado, ou seja: você concentra sua atenção em um pensamento, sente a emoção relativa a este pensamento, a sensação de estar acontecendo aquilo que você pensou, acredita que aquilo vai se realizar e aquilo realmente se realiza. Este processo se chama Criação Deliberada. Você cria, em sua mente, aquilo que você deseja e atrai aquilo de dentro para fora, então, aquilo se materializa, passa a existir, aquilo acontece, torna-se realidade. Esta é uma das Leis do Universo. Pensando, sentindo e acreditando, você cria sua própria realidade. Você pode assumir o controle da sua mente, escrever seu próprio destino, ser o autor da sua própria história e criar deliberadamente aquilo que quiser pensando em coisas positivas, sentindo emoções positivas e acreditando nelas.

109 - LEI DA ATRAÇÃO 001

LEI DA ATRAÇÃO 011

A própria criação era apenas consciência criando e habitando a si própria nessa mesma criação.

111 - CRIAÇÃO 001

112 - CRIAÇÃO 002

113 - CRIAÇÃO 003

114 - CRIAÇÃO 004

Intrigado por ter visto o Olho de Horus? Depois vamos falar sobre isso.

Não existe um plano divino. Você pode fazer o que quiser. Dito isto, se você decide isolar-se do resto da consciência e criar uma realidade diferente de si mesmo, também pode fazer isso. Isto é conhecido por “O Experimento Lúcifer” ou “Rebelião de Lúcifer”. Você é um criador, pode criar uma realidade diferente e não há nada de mal nisso. Você é um deus, um criador. Saber, reconhecer e admitir isso não é pecado, heresia nem sacrilégio porque isso é fato.

Fomos levados a acreditar que Lúcifer é o mal e o diabo.

115 - LÚCIFER 001

116 - LÚCIFER 002

Isto não é verdade. Calma! Eu não estou dizendo que o diabo é bonzinho. Eu nem sequer estou dizendo que o diabo existe. O que eu estou dizendo é que Lúcifer não é o diabo. Ele não representa uma pessoa.

Lúcifer é apenas outra maneira de perceber a realidade. Não é uma percepção unitária da unidade, mas sim uma percepção da dualidade pela dualidade. Existe um padrão da Flor da Vida para Lúcifer, mas isso é um grande tema para outro momento.

117 - PADRÃO DA FLOR DA VIDA PARA LÚCIFER

O ruim disso é que cada vez que a Experiência Lúcifer se inventou, no Universo, sempre terminou em fracasso. A espécie isola-se totalmente do amor e converte-se em incrivelmente masculino, hemisfério esquerdo do cérebro. O que sempre acontece, no fim, é que todo o mundo fica ganancioso, não há compaixão pelos outros e todo mundo acaba lutando até que se matam a si próprios.

OS MARCIANOS

Há mais de um milhão de anos atrás, os Marcianos uniram-se à Experiência Lúcifer e falharam dramaticamente. Basicamente, separaram-se da unidade do Universo, criando uma realidade diferente. Quando os Marcianos cortaram os laços do amor, converteram-se em seres puramente masculinos, lógicos e sem emoções. O que aconteceu em Marte foi que acabaram lutando, Marte transformou-se em um campo de batalha. Com o tempo, tornou-se evidente que Marte não sobreviveria. Rebentaram sua atmosfera e destruíram a superfície do planeta.

118 - MARTE 009,

Recentemente, NOVA fez um episódio sobre o magnetismo planetário e encontraram algumas coisas muito interessantes sobre Marte. O planeta não tinha um sistema magnético, mas a superfície estava magnetizada, o que indica que o tinha em algum momento, mas depois algo aconteceu.

119 - NOVA 001

120 - NOVA 002

121 - NOVA 003

VIAGEM INTERDIMENSIONAL

Na antiguidade, o Merkabah era conhecido como a “carroça da ascensão”. Trata-se de um campo energético de estrela tetraédrica ao redor do corpo.

122 - MERKABAH 001

123 - MERKABAH 002

124 - MERKABAH 003

Em todo o mundo se faz referência a isto nos textos antigos.

125 - MERKABAH NOS TEXTOS ANTIGOS 001

O Merkabah é uma parte do seu ser e também uma ferramenta que, quando se ativa no seu potencial máximo, pode utilizar-se para fazer o impossível, incluindo mudar de dimensão e viajar pelo Universo.

126 - MERKABAH 004

127 - MERKABAH 005

O Hexagrama é conhecido como Selo de Salomão porque dizem que, através deste símbolo, o rei hebreu tinha o poder de controlar demônios, libertando-os e aprisionando-os quando quisesse. Crenças a parte, isso parece algo como trazer seres de outra dimensão e enviá-los de volta. Com o Merkabah, é possível transitar entre as dimensões.

Antes de destruir Marte, construíram enormes pirâmides tetraédricas de 3, 4 e 5 lados, eventualmente formando um complexo capaz de gerar um Merkabah sintético. Depois de um milhão de anos, mais ou menos, as fotos feitas pela NASA provam a existência deste complexo em Marte, embora já esteja erodido.

128 - COMPLEXO MARCIANO 001

129 - COMPLEXO MARCIANO 002

130 - COMPLEXO MARCIANO 003

131 - COMPLEXO MARCIANO 004

132 - COMPLEXO MARCIANO 005

Os Marcianos não puderam criar um Merkabah vivo porque estavam separados da Consciência de Unidade, então, o usaram como uma ferramenta. Eles criaram um Merkabah sintético para viajar no tempo, para encontrar um novo lar.

Há uns 65 mil anos atrás, um pequeno grupo de Marcianos tentou escapar de Marte antes de ser destruído, e o lugar que encontraram foi a Terra. Viram aquele pequeno vórtice vazio, atraindo vida, e se estabeleceram sem pedir permissão.

133 - VÓRTICES INATIVOS 002

Como eles faziam parte da Experiência Lúcifer, simplesmente invadiram. Meteram-se no vórtice e, ao fazê-lo, juntaram-se a nós e mudaram nosso caminho evolutivo.

Bem, vamos precisar de, pelo menos, mais 4 capítulos para fazer apenas um resumo desta história:

A visão de um mestre de outra dimensão sobre o vegetarianismo.

Ao VegetarianoSe você quer evoluir VALE A PENA LER!

Fragmentos do Livro Fisiologia da Alma*, ditado pelo espírito Ramatis, um dos grandes Mestres da Espiritualidade; nestas passagens ele disserta a respeito do hábito humano aparentemente inocente de se alimentar de carne.
O Livro é com certeza uma das melhoras obras psicografadas, pois Ramatis além de ser um grande sábio da antiguidade aborda os temas de forma isolada e profunda, analisando-os dos pontos de vista psicológico, espiritual e científico.

PERGUNTA: — Uma vez que os animais e as aves são inconscientes e de fácil proliferação, a sua morte, para nossa alimentação, deve ser considerada crime tão severo, quando se trata de costume que já nasceu com o homem? Cremos que Deus foi quem estabeleceu a vida assim como ela é, e o homem não deve ser culpado por apenas seguir as suas diretrizes tradicionais, cumpria a Deus, na sua Augusta Inteligência, conduziras suas criaturas para outra forma de nutrição independente da carne: não é verdade?
RAMATÍS: — A culpa começa exatamente onde também começa a consciência quando já pode distinguir o justo do injusto e o certo do errado. Deus não condena suas criaturas, nem as pune por seguirem diretrizes tradicionais e que lhes parecem mais certas; não existe, na realidade, nenhuma instituição divina destinada a punir o homem, pois é a sua própria consciência que o acusa, quando desperta e percebe os seus equívocos ante a Lei da Harmonia e da Beleza Cósmica. Já vos dissemos que, quando o selvagem devora o seu irmão, para matar a fome e herdar-lhe as qualidades guerreiras, trata- se de um espírito sem culpa e sem malícia perante a Suprema Lei do Alto. A sua consciência não é capaz de extrair ilações morais ou verificar qual o caráter superior ou inferior da alimentação vegetal ou carnívora. Mas o homem que sabe implorar piedade e clamar por Deus, em suas dores; que distingue a desgraça da ventura; que aprecia o conforto da família e se comove diante da ternura alheia; que derrama lágrimas compungidas diante da tragédia do próximo ou de novelas melodramáticas; que possui sensibilidade psíquica para anotar a beleza da cor, da luz e da alegria; que se horroriza com a guerra e censura o crime, teme a morte, a dor e a desgraça; que distingue o criminoso do santo, o ignorante do sábio, o velho do moço, a saúde da enfermidade, o veneno do bálsamo, a igreja do prostíbulo, o bem do mal, esse homem também há de compreender o equívoco da matança dos pássaros e da multiplicação incessante dos matadouros, charqueadas, frigoríficos e açougues sangrentos. E será um delinquente perante a Lei de Deus se, depois dessa consciência desperta, ainda persistir no erro que já é condenado no subjetivismo da alma e que desmente um Ideal Superior!
Se o selvagem devora o naco de carne sangrenta do inimigo, o faz atendendo à fome e à ideia de que Tupã quer os seus guerreiros plenos de energias e de heroísmos; mas o civilizado que mata, retalha, coze e usa a sua esclarecida inteligência para melhorar o molho e acertar a pimenta e a cebola sobre as vísceras do irmão menor, vive em contradição com a prescrição da Lei Suprema. De modo algum pode ele alega a ignorância dessa lei, quando a galinha é torcida em seu pescoço e o boi traumatizado no choque da nuca; quando o porco e o carneiro tombam com a garganta dilacerada; quando a malvadez humana ferve os crustáceos vivos, embebeda o peru para “amaciar a carne” ou então satura o suíno de sal para melhorar o chouriço feito de sangue coagulado.
Quantas vezes, enquanto o cabrito doméstico lambe as mãos do seu senhor, a quem se afinizara inocentemente, recebe o infeliz animal a facada traiçoeira nas entranhas, apenas porque é véspera do Natal de Jesus! A vaca se lamenta e lambe o local onde matam o seu bezerro; o cordeiro chora na ocasião de morrer!
Só não matais o rato, o cão, o cavalo ou o papagaio, para as vossas mesas festivas, porque a carne desses seres não se acomoda ao vosso paladar afidalgado; em consequência, não é a ventura do animal o que vos importa, mas apenas a ingestão prazenteira que ele vos pode oferecer nas mesas lúgubres.

PERGUNTA: — Devemos considerar-nos em débito perante
Deus, devido à nossa alimentação carnívora, quando apenas
atendemos aos sagrados imperativos naturais da própria vida?
RAMATÍS: — Embora os antropófagos também atendam aos “sagrados imperativos naturais da vida”, nem por isso endossais os seus cruentos festins de carne humana, assim como também não vos regozijais com as suas imundices à guisa de alimentação ou com as suas beberagens repugnantes e produtos da mastigação do milho cru! Do mesmo modo como essa nutrição canibalesca vos causa espanto e horror, também a vossa mórbida alimentação de vísceras e vitualhas sangrentas, ao molho picante, causa terrível impressão de asco às humanidades dos mundos superiores. Essas coletividades se arrepiam em face das descrições dos vossos matadouros, charqueadas, açougues e frigoríficos enodoados com o sangue dos animais e a visão patética de seus cadáveres esquartejados. Entretanto, a antropofagia dos selvagens ainda é bastante inocente, em face do seu apoucado entendimento espiritual; eles devoram o seu prisioneiro de guerra, na cândida ilusão de herdar-lhe as qualidades intrépidas e o seu vigor sanguinário. Mas os civilizados, para atenderem às mesas lautas e fervilhantes de órgãos animais, especializam-se nos caldos epicurísticos e nos requintes culinários, fazendo da necessidade do sustento uma arte enfermiça de prazer. O silvícola oferece o tacape ao seu prisioneiro, para que ele se defenda antes de ser moído por pancadas; depois, rompe-lhe as entranhas e o devora, famélico, exclusivamente sob o imperativo natural de saciar a fome; a vítima é ingerida às pressas, cruamente, mas isso se faz distante de qualquer cálculo de prazer mórbido. O civilizado, no entanto, exige os retalhos cadavéricos do animal na forma de suculentos cozidos ou assados a fogo lento; alega a necessidade de proteína, mas atraiçoa-se pelo requinte do vinagre, da cebola e da pimenta, desculpa-se com o condicionamento biológico dos séculos em que se viciou na nutrição carnívora, mas sustenta a lúgubre indústria das vísceras e das glândulas animais enlatadas; paraninfa a arte dos cardápios da necrofagia pitoresca e promove condecorações para os “mestres- cucas” da culinária animal!
Os frigoríficos modernos que exaltam a vossa “civilização”, construídos sob os últimos requisitos científicos e eletrônicos concebidos pela inteligência humana, multiplicam os seus aparelhamentos mais eficientes e precisos, com o fito da matança habilmente organizada. Notáveis especialistas e afamados nutrólogos estudam o modo de produzir em massa o “melhor” presunto ou a mais “deliciosa” salsicharia à base de sangue coagulado!
Os capatazes, endurecidos na lide, dão o toque amistoso e fazem o convite traiçoeiro para o animal ingressar na fila da morte; magarefes exímios e curtidos no serviço fúnebre conservam a sua fama pela rapidez com que esfolam o animal ainda quente, nas convulsões da agonia; veterinários competentes examinam minuciosamente a constituição orgânica da vítima e colocam o competente “sadio”, para que o “ilustre civilizado” não sofra as consequências patogênicas do assado ou do cozido das vísceras animais!
Turistas, aprendizes e estudantes, quando visitam os colossos modernos que são edificados para a indústria da morte, onde os novos “sansões” guilhotinam em massa o servidor amigo, pasmam-se com os extraordinários recursos da ciência moderna; aqui, os guindastes, sob genial operação mecânica, erguem-se manchados de rubro e despejam sinistras porções de vísceras e rebotalhos palpitantes; ali, aperfeiçoados cutelos, movidos por eficaz aparelhamento elétrico, matam com implacável exatidão matemática, acolá, fervedores, prensas, esfoladeiras,batedeiras e trituradeiras executam a lúgubre sinfonia capaz de arrepiar os velhos caciques, que só devoravam para matar a fome! Em artísticos canais e regos,construídos com os azulejos da exigência fiscal, jorra continuamente o sangue rútilo e generoso do animal sacrificado para a glutonice humana!
Mas o êxito da produção frigorífica ainda melhor se comprova sob genial disposição: elevadores espaçosos erguem-se, implacáveis, sobrecarregados de suínos, e os depositam docemente sobre o limiar de bojudos canos de suínos são empurrados, em fila, pelo interior dos canos polidos e deslizam velozmente, em grotescas e divertidas oscilações, para mergulharem, vivos, de súbito, nos tanques de água fervente, a fim de se ajustarem à técnica e à sabedoria científica modernas, que assim favorecem a produção do “melhor” presunto da moda!
Quantos suínos precisarão ainda desliza pela tétrica montanha-russa,criação do mórbido gênio humano, para que possais saborear o vosso “delicioso” presunto no lanche do dia!
*Segue o ebook: http://www.scribd.com/doc/7034534/Ramatis-Fisiologia-Da-Alma

Prova de Que o Corpo Humano é Uma Projeção da Consciência

Neste artigo vamos demonstrar como o seu corpo é uma projeção holográfica de sua consciência e como você influencia diretamente o holograma e, portanto, tem controle total sobre a saúde física do seu corpo. Nós também vamos analisar especificamente o mecanismo exato por trás deste princípio, não se preocupe, eu vou fornecer evidência científica para deixar a sua mente racional à vontade. Mas primeiro… Como isso é mesmo possível ?
O Pensamento Humano Determina a Realidade

Um dos princípios fundamentais da física quântica é que nossos pensamentos determinam a realidade. No início de 1900 isto foi provado sem sombra de dúvida com uma experiência chamada de dupla fenda. Eles descobriram que o fator determinante do comportamento da energia (“partículas”) no nível quântico é a consciência do observador.

Por exemplo: os elétrons nas mesmas condições, às vezes agem como partículas e em outras vezes agem como ondas (energia sem forma), porque são completamente dependentes do que o observador espera que aconteça. Seja o que for que o observador acredita que ocorrerá é que o campo quântico fará.

O mundo quântico está esperando por nós para tomar uma decisão para que ele saiba como se comportar. É por isso que os físicos quânticos têm dificuldades em lidar com os experimentos para explicar e definir o mundo quântico. Somos verdadeiramente em todos os sentidos da palavra, mestres criadores, porque nós decidimos o que vai se manifestar no campo dentre todas as possibilidades e formas.

O detalhe é que o nível quântico da realidade não é um aspecto local e insignificante de criação. Ele é tudo o que nos rodeia e é o nível mais fundamental da criação, além do próprio campo unificado. O campo de energia humana está interagindo e influenciando o campo quântico em torno de nós em todos os momentos e a energia de nossas crenças e intenções são infundidas no nosso campo de energia, porque elas estão definidas pela energia dos nossos pensamentos e emoções.

Assim, a fusão de nossos pensamentos, emoções, crenças e intenções, que vou chamar de “campo de energia humana” para simplificar, está perpetuamente informando a realidade quântica dentro de nós e ao nosso redor, a cada momento de nossa existência.

E porque a realidade está piscando dentro e fora da existência (hipoteticamente em tempo de Planck, 1044 vezes por segundo como explicado pelo biofísico William Brown do Projeto Ressonância), cada vez que a nossa realidade oscila entre a forma e o estado de pura energia no campo, a nossa consciência que é constante e não pisca dentro e fora da existência informa o campo que então reaparece, semelhante à quando o átomo assume a forma física como esperado pelo observador na experiência da dupla fenda.

Por isso, cada vez que oscilamos na ausência da forma, nós temos o controle completo e total responsabilidade sobre o que nós escolhemos com a nossa atenção para manifestar fora do campo no momento seguinte e o nosso poder e capacidade de fazer isso depende inteiramente do que nós acreditamos e como estamos nos sentindo.

Um exemplo extremo disto é o caso de Vittorio Micheli. Em 1962 ele foi admitido no hospital militar de Verona, Itália, com um grande tumor em seu quadril esquerdo. Os médicos sabiam que não poderiam ajudá-lo, o seu caso foi considerado impossível e ele foi enviado para casa sem tratamento, após cerca de 10 meses o osso do seu quadril esquerdo ficou completamente desintegrado. Como último recurso ele viajou para Lourdes, França e banhou-se lá na primavera (que é um local cristão sagrado famoso por produzir milagres).

Imediatamente ele começou a se sentir melhor, recuperou o apetite e banhou-se mais algumas vezes antes de sair. Depois de alguns meses em casa ele sentiu uma forte sensação de bem-estar de tal forma que pediu aos médicos para fazer um novo raios-X, eles ficaram surpresos ao descobrir que seu tumor tinha encolhido. Ao longo dos próximos meses eles mantiveram uma estreita vigilância sobre ele e seus raios-X mostraram que seu tumor continuou encolhendo, até que sumiu. Quando o tumor desapareceu, seu quadril começou a se regenerar.

Depois de dois meses ele estava andando novamente e alguns anos mais tarde o osso do seu quadril tinha se regenerado completamente. A comissão médica do vaticano em seu relatório oficial descreveu:

“Aconteceu uma extraordinária reconstrução do osso ilíaco e da cavidade. Os raios-X feitos em 1964, 1965, 1968 e 1969 confirmam categoricamente sem dúvida que uma reconstituição óssea imprevista e até mesmo inexplicável aconteceu, de um tipo desconhecido nos anais da medicina mundial. “(O Universo Holográfico, p.107 )”

Normalmente isto seria considerado milagroso e na verdade realmente é. Mas eu entendo este milagre no sentido do verdadeiro poder da intenção humana e da crença demonstrada. Além disso, esta é uma poderosa evidência que sugere a existência de uma estrutura energética que alinha nossos “corpos materiais”, porque esta é a única explicação lógica de como o osso do quadril de Vittorio Michelli sabia exatamente de que forma deveria crescer seguindo algum tipo de modelo energético que estava instruindo o seu crescimento e foi claramente o que a comissão médica do vaticano disse: “desconhecido nos anais da medicina mundial.”

Na medicina talvez isto fosse desconhecido, mas o mesmo não pode ser dito sobre a física. No nível atômico os átomos se ligam uns aos outros para formar moléculas que têm estruturas geométricas específicas demonstrando a existência de um modelo energético o qual eles estão aderindo e que dita as formas como eles se organizarem.

Se o nosso corpo é uma projeção da consciência, então a nossa consciência cria um modelo energético o qual nossos átomos e moléculas se alinham para criar o nosso corpo. Existem evidências altamente sugestivas da existência deste modelo energético ou o “campo de energia humana”, recentes pesquisas sobre o DNA provam que ele transmite, recebe, e, portanto, lê energia diretamente do campo.

Artigo Relacionado: Como Nossos Pensamentos Controlam o Nosso DNA

O caso de Michelli é um exemplo perfeito da capacidade humana de reorganizar esta estrutura através da nossa energia e intenções, manifestando assim o que desejamos diretamente fora do campo com resultados verdadeiramente milagrosos. O fato de que ele passou a se sentir melhor e acreditou profundamente que estava se curando foi a sugestão chave para a sua cura.

Alguns podem querer ficar com a crença de que Deus curou este homem, e eu concordo. Mas provavelmente podemos discordar sobre a natureza deste Deus. Eu afirmo que você é deus, assim como todos nós somos, porque a força que chamamos de Deus é a energia e consciência infinita por trás da criação e, portanto, toca em nós como uma consciência pura, ou seja, na ausência de pensamentos através da meditação, então nos abrimos para a infinitude da nossa própria consciência porque inseparavelmente fazemos parte da infinita consciência criativa. Nós somos Ele e Ele é nós.

E quando nos abrimos para esta energia, nós nos permitimos ser inundados por uma “poderosa sensação de bem-estar”, sabendo que temos o poder surpreendente de criar a realidade e afetar diretamente a nossa biologia.
O Corpo Como Uma Projeção da Consciência

É realmente importante você internalizar a compreensão de que a realidade está piscando dentro e fora da forma. Isto é absolutamente crucial para a compreensão da nossa capacidade de curar, porque se metade do tempo estamos sem forma, então quem somos nós realmente ? Porque obviamente o nosso corpo e o mundo material é ilusório em um certo grau e qual é o projeto que está guiando o rearranjo do nosso corpo cada vez que literalmente nos rematerializamos ?

A resposta a ambas as perguntas é a consciência. Nosso corpo é uma projeção holográfica da nossa consciência, e ele é a soma total de nossas crenças sobre nós mesmos. Se nós podemos mudar nossas crenças sobre nós mesmos, podemos mudar a energia que define o nosso “campo de energia humana”, então podemos mudar o modelo energético com o qual o nosso corpo se alinha quando nos materializando de volta a forma 1044 vezes por segundo.

A estrutura exata e a dinâmica da nossa consciência é que nos torna uma expressão fractal e holográfica desta infinita consciência de Deus, fazendo o que pode ser encontrado na teoria do “Universo Holofractográfico” de Nassim Haramein e de seu trabalho “Cruzando a Linha do Horizonte de Eventos“.

Deepak Chopra contou uma história que ilustra isto perfeitamente em seu livro: “Como Conhecer Deus p.221”. Um amigo dele machucou o pé enquanto trabalhava em uma academia porque estava acostumado a usar repetidamente uma das máquinas de tensionar. A dor em seu pé aumentou ao longo dos próximos dias e ele teve cada vez mais dificuldades para andar, no exame médico constatou-se que ele tinha uma doença comum conhecida como “fascite planar”, em que o tecido de ligação entre o calcanhar e a frente do pé tinha sido esticado ou rasgado.

Seu amigo decidiu não fazer a cirurgia preferindo suportar a dor, mas com o tempo ficou mais doloroso e difícil de andar forçando ele em desespero a procurar um curandeiro chinês. Este chinês era de aparência comum e não transpareceu “nenhuma evidência de ser místico ou espiritual, ou ser dotado de qualquer outra forma de cura.”

O amigo machucado de Deepak Chopra continua descrevendo:

“Depois de tocar suavemente meu pé, ele se levantou e fez alguns movimentos no ar por trás da minha espinha. Ele nunca realmente me tocou, quando eu perguntei o que ele estava fazendo, ele simplesmente disse que estava virando alguns interruptores no meu campo de energia. Ele fez isso por um minuto mais ou menos e pediu-me para ficar em pé. Eu obedeci e não senti nenhuma sensação de dor, por menor que fosse. Não se esqueça que eu estava mancando, mal conseguia andar.”

Ele continua:

“Com espanto completo perguntei o que ele tinha feito. Ele me disse que o corpo é uma imagem projetada pela mente e no estado de saúde da mente esta imagem é mantida intacta e equilibrada. No entanto, lesões e dores podem fazer-nos retirar a nossa atenção do local afetado. Nesse caso, a imagem do corpo começa a deteriorar-se, os padrões de energia tornam-se prejudicados, insalubres. Assim, o curandeiro restaurou o padrão correto, isto é feito imediatamente, no local. Após o qual a própria mente do paciente assume a responsabilidade de mantê-lo dessa maneira.” (Como Conhecer Deus, p.222)

Esta história é fascinante e me inspirou desde que a conheci. Como vimos, a realidade está piscando dentro e fora da existência inúmeras vezes a cada segundo, oscilando entre a forma e a ausência de forma, a física quântica sabe que nossos pensamentos e crenças influenciam a realidade quântica que é a fonte do mundo material. Por isso, é natural supor que existe uma fonte energética e sem forma em toda a criação, incluindo nós fisicamente.

Está absolutamente claro que devemos começar a nos considerar como mais do que um corpo físico. Na verdade, é muito mais coerente pensarmos em nós mesmos como um campo de energia luminosa organizada em um corpo, ou como a consciência pura experimentando temporariamente esse nível de realidade através do nosso corpo. Novas evidências estão ilustrando claramente que nossa mente é não local e é independente do cérebro, o que significa que não precisamos do cérebro, ou do corpo para a matéria existir. [1]

Nós somos muito mais do que nós pensamos que somos e infinitamente mais do que temos sido levados a acreditar. O próximo passo que temos de tomar na nossa evolução humana envolve aprender a usar e aprimorar este poder que temos de influenciar a realidade e literalmente manifestar tudo o que queremos diretamente fora do campo, de um novo ângulo, talvez uma melhor visão ou um ajuste, criando um corpo saudável para seguirmos um novo caminho na vida.

Mas como isto é feito ?
Curando o Seu Campo, Cura o Seu Corpo

Para curar, tudo o que precisamos fazer é purificar a nossa energia de modo que a projeção energética do nosso corpo fique desobstruída. Em seguida, nossos átomos e moléculas podem se alinhar perfeitamente a esta estrutura, porque então deixa de existir interferência energética que distorce a imagem do nosso corpo quando projetada pela nossa consciência.

Fazemos isso ficando no silêncio entre nossos pensamentos, onde as nossas crenças não afetam a nossa realidade, pois quando não estamos pensando estamos livres de crenças e expectativas. Assim estamos nos alinhando com os princípios universais, combinando nossa energia com as energias vindo diretamente do campo de todas as possibilidades, aquelas energias de alta frequência de amor, bondade, inspiração, paixão, alegria, e assim por diante.

O primeiro passo é considerar a possibilidade de que somos apenas energia, e que existe uma energia infinita em torno de nós a qual podemos conscientemente utilizar para promover a cura do nosso corpo e mente, para nos tornar mais feliz, saudável, vibrante e criativo. Assim que você começar a se conectar com a energia infinita da criação e da sua verdadeira natureza como energia sem forma, então você começa a se tornar consciente destas energias em seu corpo, retornando a projeção do seu corpo ao seu estado natural.

A projeção do seu corpo só pode ser interrompida por um distúrbio no seu campo de energia na sua consciência, causado por pensamentos e emoções desequilibradas e crenças limitantes. O nosso campo de energia luminosa é naturalmente vibrante, a nossa energia flui naturalmente sem impedimentos como um poderoso fluxo de consciência, mas os níveis mais baixos de consciência em que fomos condicionados a viver como parte de nossa doutrinação social interrompem este fluxo, que se deixado sem obstáculos expressaria sua perfeição em todos os lugares.

Outro conceito chave para entender é que seu corpo está sempre se regenerando. Em uma palestra de Deepak Chopra que eu escutei ele apontou que os átomos não envelhecem. Eles não morrem, os mesmos átomos que existiam no big bang em torno de 14 bilhões de anos atrás existem até hoje, alguns dos quais ainda estão dentro de você.

Todos os anos, 98% dos átomos do seu corpo são trocados por átomos “novos”. Você está constantemente morrendo e renascendo, literalmente se transformando a nível atômico e molecular. A cada três dias você tem um novo revestimento no estômago, a cada mês você tem uma pele nova, de três em três meses você tem um novo esqueleto. E todos os anos você tem quase um corpo totalmente novo (Deepak Chopra de “Vivendo Além Dos Milagres” com Wayne Dyer).

Deepak Chopra descreveu muito bem, dizendo que os nossos átomos “são como aves migratórias”. Eles não são permanentes, eles são completamente independentes e estão à deriva no espaço e no tempo e estão apenas sendo organizados em estruturas como nosso corpo por ninguém menos do que o nosso “campo de energia” que os organiza como um campo magnético organiza as limalhas de metal, apenas é um pouco mais complexo.

Que mais provas nós precisamos a fim de começar a olhar para o nosso corpo de forma diferente e em geral, olhar para o mecanismo da própria saúde sob uma nova perspectiva ?

Nenhuma das matérias-primas formam a idade do seu corpo físico, além disso, elas estão mudando constantemente. Por isso, pergunte a você mesmo. Sou eu que estou mudando ? Qual é a força que organiza estes átomos e moléculas onde eles deveriam estar e certifica-se de que estão perfeitamente e harmoniosamente continuando a fazer o seu trabalho, mesmo quando as suas células e átomos estão migrando aos bilhões ?

Seu corpo não é o verdadeiro você. Seu corpo é apenas uma projeção do que você acredita ser. Se você entender que é pura consciência e que você realmente é uma consciência criativa infinita que está manifestando uma realidade e cocriando a realidade com outros aspectos de si mesmo (porque cada ser é uma expressão da consciência universal infinita que rotulamos como Deus/Fonte/Criador), então você pode começar a tomar o controle completo sobre seu corpo, sua saúde e sua vida.

A dor crônica, doença, ou as velhas lesões que você tem em seu corpo não estão realmente em seu corpo, elas estão em sua mente. Mais especificamente, elas são uma função da sua percepção. Seus átomos estão sempre mudando e suas moléculas também, mas conforme novos átomos vêm e novas moléculas são formadas e como você pisca dentro e fora da existência, o seu campo energético está dizendo a elas para onde ir, o que fazer e como se alinhar uma com a outra. Portanto, é você que está segurando a doença, mal-estar, dor e lesões dentro de sua consciência e permitindo que elas sejam impressas em seu campo energético, só então elas passam a se manifestar em sua fisiologia.

Sendo isto uma verdade, então não só a nossa saúde está completamente sob nosso controle intencional, mas a taxa com que nós envelhecemos também está sob nosso controle. Agora, eu não estou sugerindo que você pode ser imortal, porque já somos seres infinitos de consciência. O que estou sugerindo é que em um tempo esquecido e no futuro próximo, os seres humanos vão dominar mais uma vez a capacidade de viver a partir deste campo, vivendo conscientemente a partir de sua natureza como seres luminosos de pura energia.

Neste tempo os seres humanos vão perceber que o corpo é uma manifestação do nosso mais elevado Eu e nós podemos não só manifestar conscientemente qualquer coisa na vida, como também qualquer coisa em nossos corpos. Um dia vamos chegar em um ponto no qual podemos continuamente regenerar nossos corpos à vontade porque estaremos vivendo a partir do campo de energia infinita, e assim nossos corpos simplesmente vão funcionar em uma frequência superior, para que possamos viver neles até que nosso trabalho esteja concluído quando escolhermos seguir em frente.

Fantástico ? Sim. Mas essas mudanças já são perceptíveis dentro do corpo humano e da mente depois de um pouco de prática e treinamento, assim que você decidir sentir e experimentar por si mesmo, aprendendo e praticando a meditação. Isto é o que a evidência está claramente sugerindo e minha própria experiência também indica ser verdade. O único obstáculo para a exploração dessa natureza do Universo é a sua própria consciência, o seu nível de atenção e suas crenças.

A nossa capacidade de curar está diretamente relacionada com o nosso nível de atenção e nosso nível de crença. Por exemplo, é possível nos curarmos de qualquer aflição, doença ou ferimento, desde que nós tenhamos certeza, uma convicção de que seremos curados. Isso é diretamente alcançado através do acesso ao nível mais fundamental da realidade na meditação profunda.

Isso ocorre porque no nível fundamental da realidade tudo é possível e a reestruturação da realidade é ditada exclusivamente por nossas crenças e expectativas. Nós somos pura energia e existe um potencial infinito de energia que está inteiramente a nossa disposição até que escolhemos manifestar fora do campo em nossa vida e em nosso corpo.

Você não tem limitações, nada é impossível. São apenas as suas crenças que ditam o que você pode ou não pode fazer.

“Milagres acontecem, não em oposição à natureza, mas em oposição ao que conhecemos da natureza.” ~Santo Agostinho

©Brandon West

Origem: Na 5ª dimensão