Os 3 Entraves da Humanidade

Desde que a história humana começou a ser contada e escrita três coisas inseparáveis estão sempre presentes: Religião, Poder Político e… Guerras.  Aponte-me um período da história registrada em que não encontramos estes três pilares.

Estas três coisas na verdade formam a parte central da verdadeira Matrix. Mas como assim Matrix, você pode perguntar?

No final do século XX um filme roubou o cenário do cinema mundial. A partir de sua performance no cinema, ele passou a ser assunto de reflexão também nos círculos filosóficos. Neo, o personagem principal, sai da Matrix e é considerado o Escolhido que vai libertar os homens de uma tirania virtual. O que muita gente não sabe é que os idealizadores deste filme se fundamentaram em ideias filosóficas antigas. Buscaram em Platão, nos gnósticos antigos, na sabedoria do budismo e na filosofia de Descartes a ideia de que o que chamamos de mundo real pode não passar de uma mera ilusão, criada por alguém a fim de nos enganar.

Platão há mais ou menos 2.500 anos atrás falava de algo muito parecido, quando elaborou a Alegoria da Caverna, demonstrando assim como o homem vive encerrado num mundo de ignorância (simbolizado pela caverna), sendo a representação do mundo sensível-material, do corpo humano e ao mesmo tempo do sistema de crenças vigente. Se existisse em sua época um Spielberg da vida, hoje teríamos um filme chamado Cavernix.

A Reflexão continua logo mais…

Eu Sou Eugênio Christi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s